27 de jul de 2012

Yoga na gestação


Saiba como a prática pode ajudar nesse período


Muito indicada para as gestantes, a yoga é uma prática que envolve posturas que auxiliam a musculatura, trabalham o corpo e ainda garantem equilíbrio físico e emocional entre a mãe e o bebê. Yoga significa união e, durante a gestação, essa é uma palavra que ganha significado especial. Por isso, vamos entender as vantagens que a prática e a filosofia do yoga podem propiciar para as futuras mamães.
Quando a mulher está grávida, intensas mudanças acontecem em seu corpo. “Uma variedade de ajustes fisiológicos e endócrinos ocorrem para possibilitar a criação de um bom ambiente para o feto. E o yoga vem de certa forma como uma prática para programar ainda mais este ambiente”, afirma o professor de yoga Carlos Rocha.



Isso é possível porque o yoga trabalha com os principais músculos que mudam nesse período. “São muito trabalhados os músculos lombo dorsais, da pelve e dos ombros, pois são essas as regiões mais afetadas no corpo da mulher durante a gestação”, conta o professor. Ele ainda ressalta a importância da prática de yoga em outro item que muda muito durante a gestação: a postura. “A postura da gestante é intensamente afetada pelo crescimento do útero, isso ocasiona desconforto nos músculos da pelve, abdominais e lombo dorsal. Uma boa série de ássanas (posturas) e pranayamas (exercícios respiratórios) podem fortalecer os músculos das nádegas, costas, ombros e barriga, ajudar a manter o corpo alinhado e assim reduzir o desconforto associado à má postura, além de propiciar uma melhor oxigenação do sangue que flui pelo corpo da grávida e do bebê”.
Apesar de existir aulas de yoga especificamente para as grávidas, Carlos afirma que qualquer modalidade da prática pode ser feita durante a gestação. Mas é essencial ter acompanhamento médico e de um instrutor, para saber a hora exata de começar, parar, além da frequência e modalidade ideais dos exercícios.
Para completar, o yoga possui uma filosofia de vida que visa a união entre o indivíduo e o todo, o corpo e a mente, a saúde física e espiritual. Tudo isso é propiciado com exercícios que frisam não só o fortalecimento do corpo, como o profundo relaxamento, a tranquilidade mental, a concentração, o conhecimento interior e o desenvolvimento da flexibilidade. Itens que merecem atenção especial na gravidez!

Então, boa prática e namastê!

Yoga: união entre a mãe e o bebê

Beijinhos,
Lu Faria (:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário!